Roteiro: cidades da região da Toscana, na Itália

Difícil não querer conhecer essa região. Aliás, difícil não querer conhecer a Itália toda, não é mesmo? Viajar pela região da Toscana é uma das viagens que todos os casais apaixonados deveriam fazer. São infinitas paisagens lindas, muitas cidades pequeninas que nem sabíamos que existia, muita gastronomia maravilhosa com vinhos incríveis para acompanhar e harmonizar tudo, além de hotéis e pousadas que parecem ter saído de um livro de romance. Vou tentar dar todas as dicas úteis para vocês que estiverem organizando uma viagem para a Toscana. Mas primeiramente, se está organizando uma viagem para lá, sinta-se um belo de um sortudo!

Dicas úteis

Alugar um carro é fundamental. Dá para fazer boa parte do roteiro de trem ou ônibus, mas alugar um carro te deixa mais livre e te dá a possibilidade de parar em qualquer lugar que quiser parar (acredite em mim, você vai querer fazer isso muitas vezes). Se puder, alugue um carro conversível e viaje no melhor estilo “cinema de Hollywood” com óculos enormes no rosto e um lenço de seda para proteger seus cabelos do vento. Lembrando que a maior parte das cidades vão funcionar no esquema “bate e volta” saindo de uma cidade maior que estiver hospedado, ou no esquema de passagem, quando estiver indo de um lugar para o outro.

Escolha uma ou duas cidades para serem a base de sua viagem, que pode ser Firenze ou Siena. Não ficam longe uma da outra, mas Florença está mais ao norte e Siena um pouco mais ao sul. É uma boa cobertura de toda a região. Mas, deixe aberta a possibilidade de se hospedar em outras cidades, cidades pequeninas que você vai encontrar pelo caminho. Sabe quando a gente pega um carro e sai meio sem rumo? Então. Faça isso pelo menos uma vez quando estiver pela Toscana. Não esqueça do cartão de crédito internacional (leve umas duas opções) para pedágios e outras coisas, mas não esqueça de que alguns lugares são bem pequenos, então dinheiro em espécie pode ser uma melhor opção.

10 Cidades que merecem sua visita

– Florença

Uma das cidades mais lindas do mundo, Florença vai tomar pelo menos 3 dias de sua viagem, devido à grande quantidade de coisas para se fazer por lá. Minha dica é que fique hospedado lá por alguns dias, mas alterne os dias em Florença, explorando a cidade, com outros dias fazendo bate e volta. Não deixe de visitar o museu Galleria Uffizi e de apreciar a vista da Ponte Vecchio. Na verdade, você vai se apaixonar pela cidade e vai ser difícil não achar nada para não babar ou ficar de queixo caído.

– Siena

Outra grande cidade que merece algum tempo de sua viagem. Como mencionei acima, pode se hospedar em Siena e usar a cidade como base para os passeios, mas não deixe de conhecer a cidade e caminhar por suas ruas de pedra. A Piazza del Campo é uma das atração principais de Siena.

– Pisa

Não tem muito o que fazer, além de ver a impagável Torre de Pisa, sua catedral e campo em que ela está. A parte engraçada e ficar olhando os turistas fazendo poses doidas para fazer aquela tradicional foto empurrando/segurando a Torre. Pode ser um bate e volta saindo de Florença, passando por Lucca e terminando em Livorno.

– Arezzo

Cidade histórica, medieval como a maioria dessas que estão na lista. Pode ser um bate e volta saindo tanto de Florença quanto de Siena, está bem no meio das duas. Visitar catedrais, igrejas pequeninas, basílicas, piazza e mais. Bacana almoçar em algum restaurante tradicional e beber muito vinho italiano da região de Montalcino, que fica perto.

– Volterra

Acho que essa é uma das cidades mais medievais dentre todas essas. Tem grandes muralhas, uma catedral linda e tem até um lugar chamado Porta all’Arco, que é da idade medieval. Imagina quantos guerreiros não passaram por ali (vocês também ficam imaginando histórias antigas nos lugares que passam? Eu faço isso o tempo todo).

– Greve in Chianti

Greve in Chianti é o nome dessa cidade e também o nome de uma das uvas mais tradicionais da Itália, no caso é só Chianti. Que se produz um vinho frutado, perfeito para harmonizar com uma bela massa com molho de tomate fresco. Fica muito perto de Florença e uma vez estando lá, visita muitas vinícolas para conhecer melhor essa uva. Se encontrar uma vinícola que também tenha a possibilidade de hospedagem, não perca a oportunidade. Será inesquecível.

Chianti Region Private Day Tour

– Lucca

Lucca é uma cidade linda que fica às margens do Rio Serchio, também perto de Florença, mas indo em direção ao litoral. Estando lá visita a catedral de Lucca que é espetacular de linda, a Torre Guinigi e também a Piazza dell’Anfiteatro. Ao redor do centro histórico de Lucca, vamos encontrar muros renascentistas super bem conservados que vai nos transportar para outras épocas. É demais.

– Montalcino

Um dos vinhos mais icônicos da Itália (se não for o mais) se chama Brunello de Montalcino. Existem diversos Brunellos, mas é nessa região que eles são produzidos. Alguns dos vinhos mais caros do mundo estão sendo produzidos aqui. Existem várias coisas históricas para se fazer na cidade de Montalcino, como visitar Abadias e tal. Mas, eu não pensaria em outra coisa para se fazer, que não seja visitar vinícolas e fazer degustações de vinhos por lá. Aqui também vale a pena dormir pelo menos uma noite.

– Livorno

É uma cidade portuária de extrema importância para a região da Toscana e também para a Itália. O porto é moderno o suficiente para receber navios grandes de cruzeiros. Mas em Livorno vamos nos encantar pelas fortalezas grandiosas da era renascentista e também vamos comer muitos pratos com frutos do mar. Nesse caso, esqueça o vinho tinto e fique nos vinhos brancos ou rosés. Se gosta de praia, pode ficar hospedado uma noite aqui.

– Montepulciano

Fica perto de Siena, perfeita para um bate e volta. Lá vamos encontrar uma igreja da época do renascimento que é linda, chamada San Biagio. Um sonho. Uma cidade pequena que vai deixar o coração de todos bem aquecido, de tão linda que é. É cercada por muita natureza também. Além de ter vinícolas ótimas para se visitar.

Essas são apenas algumas cidades que podemos visitar. Poderia ficar escrevendo sobre muitas outras, que são igualmente lindas e em sua maioria, pequenas e acolhedoras. A verdade é que ter um carro e cair na estrada pela Toscana, vai trazer experiências inesquecíveis para sua vida. É uma região segura, com boas estradas e povo que adora cuidar dos turistas (os italianos são assim em um aspecto geral). Abaixo, algumas vinícolas que vocês precisam colocar no roteiro da sua viagem pela Toscana. Eu já disse que a Itália é incrível? =)

Vinícolas para se visitar na Toscana

Aqui, dividimos em 3 regiões onde estão excelentes vinícolas com uvas espetaculares sendo plantadas. Chianti, Montalcino (óbvio) e Val di Pesa. Essas vinícolas merecem destaque por serem lindas, por estarem em lugares maravilhosos (que chato), por produzirem bons vinhos e por sua arquitetura. Já pegue o caderninho.

– Barone Ricasoli (Chianti)

É considerada uma das vinícolas mais antigas da Itália e muitos dizem que foi lá que o Chianti nasceu. Estou falando de algo em torno do século 9, ok?!

– Altiero (Chianti)

Está vinícola é bem pequena e familiar. A especialidade deles é produzir vinhos que misturam as uvas merlot e sangiovese. Eles também produzem azeites de olivas maravilhosos.

– Antinori (Val di Pesa)

Tem uma arquitetura moderna e é bem tradicional em seus vinhos. Vale a pena fazer a visita ao museu deles, onde vamos encontrar uma réplica de uma máquina de triturar uvas, que foi criação de Leonardo da Vinci.

– Poggio Antico (Montalcino)

Essa vinícola produz um bom Brunello de Montalcino (como disse ali em cima, nem todas as vinícolas produzem bons vinhos) e está em uma altura boa, o que vai nos proporcionar uma vista linda da região.

– Biondi Santi

Reza a lenda que a primeira garrafa de Brunello do Montalcino foi feita neste lugar, em 1888. Além de linda, tem história. Vale a pena a visita.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *