Os Guardas do Taj, em cartaz em São Paulo

 

Esse final de semana fomos assistir uma peça de teatro aqui em São Paulo, que já esteve em cartaz aqui em São Paulo e em outros lugares, incluindo Portugal. Os Guardas do Taj. Um texto lindo, que me chamou a atenção justamente por se tratar de uma peça que fala sobre um dos lugares mais lindos que o homem pode construir. O Taj Mahal, que fica na cidade de Agra, na Índia. Já escrevi um texto sobre o monumento aqui no blog e vocês podem ler neste link aqui embaixo.

https://viagensdatalita.com.br/taj-mahal-o-monumento-do-amor-eterno/

A peça tem apenas dois atores. Dois lindos, simpáticos e talentosos atores. Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi. Não dá para errar com esses dois. O texto é muito completo e complexo quando paramos para analisar. Tem pitadas de comédia, seriedade, emoção, tristeza, amor de amigos, sentimentos familiares, obediência e até uma certa castração, que retrata muito bem como era viver antigamente, sob o domínio de reis e imperadores. Tem até um mantra indiano cantado lindo.

Gianecchini e Tozzi interpretam uma dupla de guardiões imperiais que são amigos desde a infância. Eles estão guardando o incrível mausoléu do Taj Mahal e até aquele momento, ninguém além dos trabalhadores, havia visto o monumento. Entre risadas e broncas, eles percebem suas vidas sendo transformadas por servir ao rei e tentam entender questões que realmente aconteceram na vida real, envolvendo a construção do Taj Mahaj.

O lugar é lindo, isso não podemos negar, assim como muitos outros castelos e monumentos pelo mundo construídos por reis. Porém, como todos os reis e imperadores que possuíam muito poder, eles também eram cruéis. Quando finalizaram a construção do Taj Mahal, o rei deu uma ligeira surtada e ordenou que todos os trabalhadores tivessem suas mãos cortadas e aqueles que desenharam o projeto, ficassem cegos. O motivo? Para que nada tão lindo fosse construído novamente no mundo. Se esse rei vivesse no mundo de hoje, teria que matar muita gente por copiar suas ideias.

Em meio a tanta emoção, podemos viajar com Gianecchini e Tozzi no palco. Viajar para a Índia e tentar sentir na pele um pouquinho do que essas pessoas viveram e como elas viveram. Como o Taj Mahal mudou a vida de muita gente, para melhor e para pior. Não vou dar spoilers, pois não gosto que façam isso comigo, mas já adianto que existem momentos na peça, que rola um nó na garganta. Os dois atores estão maravilhosos no palco. Não precisa de mais nada além dos dois atuando vivendo Os Guardas do Taj. A peça fica em cartaz até o meio do mês que vem, então corre. O endereço está no final do texto, lá no Teatro Sérgio Cardoso, no Bela Vista. E eu ainda aproveitei para tirar uma foto com esses dois lindos que têm sorriso de derreter qualquer coração. <3 Sucesso para vocês!

Teatro Sério Cardoso

Rua Rui Barbosa, 153. Bela Vista. São Paulo.

Valores: a partir de 20,00 reais.

Datas e horários: de 18 de janeiros até 17 de fevereiro de 2019. De sexta e sábado às 20h e de domingo às 18h.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *